Trainee Mestre

Onde hospedar uma loja virtual e como abrir uma em 2021?

Se você está se perguntando como abrir uma loja online, deve conhecer a fórmula: estabeleça metas específicas e pense passo a passo em sua jornada. Com certeza você pode fazer isso sozinho ou seguir nossas recomendações para facilitar um pouco e evitar erros comuns.

Imaginamos que você já tenha uma imagem clara do que vai vender, quem é o público-alvo e, o que é mais importante, você já decidiu que será uma loja online. Então o que vem depois?

Já faz algum tempo que lidamos com comércio eletrônico. É por isso que criamos um kit essencial para lançar uma loja online. Resumindo, inclui:

Parece puro e simples, certo? Agora vamos mergulhar um pouco mais fundo.

 

Nome de domínio e hospedagem

Este item é o primeiro da lista e por um bom motivo. Hospedagem é o lugar onde sua loja online irá morar, e o nome de domínio será seu endereço. Qual escolher depende muito de seu orçamento e planos. Se sua loja online for relativamente pequena, uma taxa de US $ 3 por mês pode ser suficiente. Se o negócio de comércio eletrônico crescer, será necessário reconsiderar o plano de hospedagem.

Mas no geral, um servidor vps é o mais recomendado para a maioria das lojas virtuais.

Quanto ao nome de domínio, geralmente é o nome real da loja online. No entanto, se já estiver ocupado, você precisará pensar em outra coisa. Nossa experiência mostra que, no comércio eletrônico, esse problema pode ser resolvido de três maneiras:

Pode-se tentar comprar o nome de domínio da loja online. Como mostra a prática, é na verdade uma opção e não tão cara.

Brinque com o nome adicionando uma palavra extra, hífen ou sublinhados.

Finalmente, sempre se pode pensar em um nome diferente.

 

Design e desenvolvimento

Aqui, revisaremos quais soluções de comércio eletrônico o mercado tem a oferecer hoje.

Você deve ter ouvido falar de construtores de sites como o Wix. Suas vantagens significativas são preços acessíveis, usabilidade e simplicidade. Pode-se construir uma loja de comércio eletrônico literalmente em um dia. O que também é atraente é a vantagem de ter um plano de hospedagem incluído no pacote.

O outro fator útil é comprar um tema de design pronto, caso não se queira investir muito em design. Esses dois benefícios realmente fazem com que essa solução de comércio eletrônico pareça a escolha perfeita; no entanto, nem sempre é o caso.

Sua escolha é limitada pelo que o construtor de sites prevê se você deseja adicionar qualquer funcionalidade adicional. Além disso, se não estiver incluso no pacote que você comprou, terá um custo extra.

Em segundo lugar, esses sites não podem ser escalados. Você terá que migrar para outra plataforma de comércio eletrônico.

Em terceiro lugar, a promoção de SEO não pode ser realizada para esses sites, então se você tem planos de longo prazo para promover sua loja de comércio eletrônico, eles não acontecerão com construtores de sites como o Wix. A única opção disponível a este respeito é o anúncio pago.

Finalmente, sua loja online não pertence exatamente a você. A realidade é que você está apenas alugando.

A segunda opção em nossa lista é criar um site de comércio eletrônico usando a estrutura. Aqui você precisará de conhecimento de codificação ou de um especialista na área. Não é uma alternativa barata e é uma escolha acertada para grandes empresas. Eles normalmente têm uma equipe de desenvolvimento dedicada ou entram em contato com agências de desenvolvimento de software para implementar seu projeto. Esses projetos de comércio eletrônico implicam em um planejamento adequado de longo prazo com um processo de negócios já existente que serve como base para o software. Portanto, verifique os Principais desenvolvedores de NY. Como você pode ver, pode haver uma equipe inteira trabalhando na concepção e desenvolvimento de projetos de comércio eletrônico.

A terceira alternativa é abrir uma loja online em plataformas de código aberto. Não requer muito tempo e esforço em comparação com a solução anterior descrita. Tudo depende dos seus pedidos, hoje em dia está cada vez mais popular e funciona em muitos casos. Esses exemplos de plataforma são Magento, WordPress, etc. Ter um CMS prático e pronto é um grande benefício para qualquer projeto de comércio eletrônico. O outro é a variedade de plug-ins e extensões, e cada um é melhor para uma necessidade específica de comércio eletrônico: auditoria de documentação, SEO, métodos de pagamento, etc. Podemos construir um projeto de comércio eletrônico também, especialmente se for Magento .

Como acontece com os construtores de sites, pode-se escolher um tema ou implementar um design personalizado para se destacar. A lista de profissionais também inclui escalabilidade e multifuncionalidade.

A criação de uma loja online usando uma plataforma de código aberto pode levar algumas semanas ou meses; tudo depende do tráfego do cliente. Esses projetos de comércio eletrônico são bem otimizados para mecanismos de pesquisa, o que permite definir sua estratégia de marketing bem à frente.

 

Promoção e Marketing

Estamos revisando esse ponto no final do artigo, mas é importante enfatizar que ele deve estar entre as prioridades para um produto de comércio eletrônico. As lojas online podem ser promovidas de várias maneiras, mas seu público-alvo provavelmente virá de mecanismos de pesquisa. Para promover uma loja online por meio de sistemas de busca, é fundamental pensar tudo na geração de conteúdo e na ampliação da seleção de produtos. Significa jogar um jogo longo, mas vale a pena.

A publicidade PPC, a mídia social e o recurso a influenciadores também estão entre as ferramentas eficientes de promoção de comércio eletrônico. Tudo depende do comportamento do público-alvo.

 

Resumo

Neste artigo, cobrimos as principais opções de desenvolvimento de lojas online. Além deles, você certamente pode vender seu produto pelo Instagram, Facebook ou Amazon, mas é uma história um pouco diferente e é melhor estudada separadamente.

Sair da versão mobile